Educação, saude e trabalho indígena no contexto do livro didático (Paraná, séries iniciais, 1996-1997)

dc.contributor.advisorMarques, Vera Regina Beltrão
dc.contributor.authorAndrade e Silva, Laine de
dc.date.accessioned2019-08-08T12:22:16Z
dc.date.available2019-08-08T12:22:16Z
dc.date.issued2004
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Paraná
dc.degree.localCuritiba/PR
dc.description.abstractEsta é uma pesquisa qualitativa que mostra como as relações de educação, saúde e trabalho indígena são tratadas no discurso dos livros didáticos de história das séries iniciais, nos anos de 1996 e 1997, usados por duas escolas, sendo uma pública e outra privada no município de Quatro Barras/PR, região metropolitana de Curitiba. A temática deste trabalho, cujo sujeito é o índio brasileiro, tem seu objeto analisado a partir de um enfoque dialético. Como instrumentos da coleta de materiais utilizou-se a entrevista semi-estruturada e a observação livre. Para a análise dos materiais utilizou-se a análise de conteúdo (AC). A análise do material obtido foi feita levando-se sempre em conta os objetivos propostos como analisar o discurso pedagógico, não lingüístico, contido no livro didático e como este se aproximou da escola; se promove a formação de uma imagem preconceituosa em relação aos povos indígenas ou se consegue levar até a sociedade envolvente conceitos que contribuem para uma interação cultural. O estudo está estruturado em três capítulos. No primeiro discute-se como os indígenas viviam, vivem e pensam a educação, a saúde e o trabalho. No segundo capítulo analisou-se a importância do livro didático na educação brasileira, desde sua primeira aparição oficial, em 1930 até 1996, com a criação do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). No terceiro capítulo analisou-se o discurso do livro didático acerca das relações de educação, saúde e trabalho indígena. Discute-se como essas relações são retratadas nos referidos livros, buscando avaliar as tendências paradigmáticas predominantes, em especial relacionadas ao objeto deste estudo. Os resultados obtidos permitem concluir que a história narrada nos livros didáticos analisados apresenta-se como "verdade inconteste", escrita como história dos vencedores e que a história dos vencidos ainda vem sendo construída. A cultura indígena começa a merecer atenção, porém mantém-se a produção de livros didáticos que reforçam a idéia de que a história é feita pelos grandes, pelos dominantes, pelos que estão no poder em detrimento de uma perspectiva que possibilite ao aluno participar na construção da história.
dc.identifier.citationANDRADE E SILVA, Laine de. Educação, saude e trabalho indígena no contexto do livro didático (Paraná, séries iniciais, 1996-1997). 2004. 122 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2004
dc.identifier.urihttps://repositorio.bvspovosindigenas.fiocruz.br/handle/bvs/784
dc.language.isopor
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.decsBrasil
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenas
dc.subject.decsEducação em Saúde
dc.subject.decsÍndios Sul-Americanos
dc.subject.decsEpidemiologia
dc.subject.otherBrasil
dc.subject.otherSaúde de Populações Indígenas
dc.subject.otherEducação em Saúde
dc.subject.otherÍndios Sul-Americanos
dc.subject.otherEstudos Epidemiológicos
dc.subject.otherGrupos Étnicos
dc.titleEducação, saude e trabalho indígena no contexto do livro didático (Paraná, séries iniciais, 1996-1997)
dc.typeDissertationen_US
Files
Original bundle
Now showing 1 - 1 of 1
Loading...
Thumbnail Image
Name:
348771492.pdf
Size:
5.78 MB
Format:
Adobe Portable Document Format
License bundle
Now showing 1 - 1 of 1
No Thumbnail Available
Name:
license.txt
Size:
1.71 KB
Format:
Plain Text
Description: