Epidemiologia das lesões traumáticas da dentição permanente de crianças e adolescentes nas tribos Maxakali e Krenak

dc.contributor.advisorCôrtes, Maria Ilma de Souza
dc.contributor.advisorcoBastos, Juliana Vilela
dc.contributor.authorCoelho, Erika de Aguiar Miranda
dc.date.accessioned2019-08-08T12:06:26Z
dc.date.available2019-08-08T12:06:26Z
dc.date.issued2002
dc.degree.grantorUniversidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Odontologia.
dc.degree.localBelo Horizonte/MG
dc.description.abstractSão escassos os dados sobre a saúde bucal das populações indígenas brasileiras. Uma parceria entre o curso de odontologia da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade Vale do Rio Doce (FACS-UNIVALE) e a Fundação Nacional da Saúde (FUNASA) resultou no levantamento epidemiológico de saúde bucal nas tribos Maxakali e Krenak localizadas nos municípios de Bertópolis,e Santa Helena de Minas no Vale do Mucuri e Resplendor respectivamente. Foi considerado de interesse incluir informações relativas aos fatores demográficos, etiológicos e clínicos, e a freqüência de traumatismo dentário em crianças e adolescentes nas referidas tribos. Para tanto, todos os indígenas com idade entre 6 e 21 anos foram convidados aparticipar do presente estudo. Optou-se pelo recenseamento nos 69 índios da tribo Krenak e pela amostra de conveniência composta por 226 índios da tribo Maxakali. Os indígenas responderam à entrevista estruturada e foram examinados em seguida. Foi utilizada a classificação proposta por CÔRTES (2001) com o intuito de identificar as lesões traumáticas, suas seqüelas e o tratamento realizado. Fatores como idade, sexo, tipo de traumatismo e dente mais acometido, foram também considerados neste estudo. Além disto foi observada a relação entre a prevalência de traumatismo dentário e fatores clínicos tais como grau de overjet e proteção labial. Na tribo Krenak 27,6% dos indígenas apresentaram traumatismo dentário e verificou-se que a idade de maior prevalência foi a de 10 anos. A prevalência de traumatismo dentário está associada à idade e ao overjet, sendo que o índio krenak com idade entre 19 a 21 anos e apresentando um overjet >5mm tem 77,3% de probabilidade de apresentar um dente traumatizado no momento do exame. A principal etiologia do traumatismo dentário foi queda decorrente de brincadeiras (31,3%) e a maioria dos acidentes aconteceu em casa (37,5%) seguido de acidentes no "Córrego da Gata" (25,0%). Os dentes mais acometidos foram os incisivos centraissuperiores (35,6%) apresentando na sua maioria fratura de esmalte (53,8%). Na tribo Maxakali verificou-se que a prevalência de traumatismo dentário (6,6%) foi mais baixa que na tribo Krenak, não sendo possível, entretanto identificar a idade de maior prevalência, uma vez que somente 3 indígenas souberam relatar a idade de ocorrência do acidente. A prevalência de traumatismo dentário está associada à idade e ao sexo, sendo que o índio maxakali com idade entre 19 e 21 anos do sexo masculino apresenta 39,5% de probabilidade de apresentar um dente traumatizado no momento do exame. A principal etiologia foi queda de cavalo (30,0%) e a maioria dos acidentes aconteceu na estrada perto da aldeia (30,0%). Os dentes mais acometidos foram os incisivos centrais superiores (6,6%) apresentando na maioria avulsão (36,0%).
dc.identifier.citationCOELHO, Erika de Aguiar Miranda. Epidemiologia das lesões traumáticas da dentição permanente de crianças e adolescentes nas tribos Maxakali e Krenak. 2002. 158 f. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Odontologia, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2002
dc.identifier.urihttps://repositorio.bvspovosindigenas.fiocruz.br/handle/bvs/647
dc.language.isopor
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenas
dc.subject.decsEpidemiologia
dc.subject.decsSaúde da Criança
dc.subject.decsSaúde Bucal
dc.subject.decsFatores de Risco
dc.subject.decsSaúde do Adolescente
dc.subject.decsInquéritos de Saúde Bucal
dc.subject.otherBrasil
dc.subject.otherÍndios Sul-Americanos
dc.subject.otherSaúde de Populações Indígenas
dc.subject.otherEpidemiologia
dc.subject.otherRegião Sudeste
dc.subject.otherSaúde da Criança
dc.subject.otherSaúde Bucal
dc.subject.otherFatores de Risco
dc.subject.otherMinas Gerais
dc.subject.otherKrenak
dc.subject.otherEstudos Epidemiológicos
dc.subject.otherMaxakali
dc.subject.otherSaúde do Adolescente
dc.subject.otherInquéritos de Saúde Bucal
dc.titleEpidemiologia das lesões traumáticas da dentição permanente de crianças e adolescentes nas tribos Maxakali e Krenak
dc.typeDissertationen_US
Files
Original bundle
Now showing 1 - 1 of 1
Loading...
Thumbnail Image
Name:
210655935.pdf
Size:
1.3 MB
Format:
Adobe Portable Document Format
License bundle
Now showing 1 - 1 of 1
No Thumbnail Available
Name:
license.txt
Size:
1.71 KB
Format:
Plain Text
Description: