Anemia em crianças e mulheres indígenas no Brasil: revisão sistemática

dc.contributor.authorLício, Juliana Souza Andrade
dc.contributor.authorFávaro, Thatiana Regina
dc.contributor.authorChaves, Célia Regina Moutinho de Miranda
dc.creator.affilliationFundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Rio de Janeiro, RJ, Brasilen_US
dc.creator.affilliationUniversidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Maceió, AL, Brasilen_US
dc.creator.affilliationFundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Rio de Janeiro, RJ, Brasilen_US
dc.date.accessioned2021-08-11T13:59:20Z
dc.date.available2021-08-11T13:59:20Z
dc.date.issued2016
dc.description.abstractA anemia ferropriva pode ser considerada a mais importante carência nutricional no Brasil. O objetivo deste artigo foi realizar uma revisão sistemática da literatura sobre anemia em mulheres e crianças indígena no Brasil, com vistas a reunir informações relevantes sobre os fatores associados, assim como a frequência do agravo nesta população. Realizou-se busca nas bases bibliográficas Pubmed, Scopus e Lilacs, além do Portal de Teses em Saúde Pública da BVS. Foram selecionados 17 estudos. As prevalências de anemia encontradas variaram de 23,1% a 74,6%; 42,9% a 92,3% e de 29,6% a 84% para crianças na idade seis a 119 meses, de seis a 23 meses e de seis a 59 meses, respectivamente. Os dois estudos que foram realizados especificamente com mulheres em idade fértil encontraram taxas de 67% nas Suruí e de 16,1% entre as Xukuru do Ororubá. A maioria dos autores relaciona a maior prevalência da anemia às condições sanitárias impróprias, às dietas insuficientes em ferro e micronutrientes essenciais e à falta de acesso aos serviços básicos de saúde. Houve um perceptível aumento substancial das pesquisas ao longo dos últimos vinte anos, cujos achados evidenciam a importância de se resolver o problema da anemia entre os povos indígenas investigados.en_US
dc.identifier.citationLíCIO, Juliana Souza Andrade; et al. Anemia em crianças e mulheres indígenas no Brasil: revisão sistemática. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 21, n. 8, p. 2571-2581, 2016.en_US
dc.identifier.doi10.1590/1413-81232015218.00532015
dc.identifier.issn1413-8123
dc.identifier.urihttps://repositorio.bvspovosindigenas.fiocruz.br/handle/bvs/4518
dc.language.isoporen_US
dc.publisherABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletivaen_US
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.decsBrasilen_US
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.decsÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.decsSaúde da Criançaen_US
dc.subject.decsSaúde da Mulheren_US
dc.subject.decsAnemiaen_US
dc.subject.decsAlimentos, Dieta e Nutriçãoen_US
dc.subject.otherRevisão Bibliográficaen_US
dc.subject.otherDeficiência em Ferroen_US
dc.subject.otherAlimentação e Nutriçãoen_US
dc.titleAnemia em crianças e mulheres indígenas no Brasil: revisão sistemáticaen_US
dc.title.alternativeAnemia in indigenous women and children in Brazil: a systematic reviewen_US
dc.typeArticleen_US
Files
Original bundle
Now showing 1 - 1 of 1
Loading...
Thumbnail Image
Name:
274769954.pdf
Size:
203.53 KB
Format:
Adobe Portable Document Format