A produção da subjetividade de Índios/Agentes de Saúde: embates epistêmicos

Copyright
open access
Type
Dissertation
Date
2009
Journal Title
Journal ISSN
Volume Title
Publisher
Alternative Title
Affilliation
Universidade Federal Fluminense. Niterói, RJ, Brasil.
Co-Advisor
Committee Member
Organizer
Coordinator(s)
Institutional author
Director
item.page.production
Screenplay
Producer
Recorder
Abstract
Este estudo tem por objeto a análise de como se produz a subjetividade dos Agentes Indígenas de Saúde - AIS da etnia Guarani-Mbya, nas aldeias do Estado do Rio de Janeiro, à luz de conceitos bakhtinianos, em uma perspectiva de alteridade étnica. Tomamos por referência as relações epistêmicas dos AIS com o outro/não-índio no trânsito entre práticas de saúde da tradição Guarani e da medicina ocidental, no contexto do Programa de Formação de Agentes Indígenas de Saúde a partir de 2003. A metodologia do estudo está referenciada na concepção dialógica de pesquisa demandando a análise dos discursos destes sujeitos /AIS explicitados por meio de entrevistas. A análise das falas dos AIS está organizada metodologicamente em dois eixos temáticos, referindo-se aos embates epistêmicos na relação de alteridade/dialogia do índio no contexto de sua atuação junto à equipe de saúde ocidental e à produção da subjetividade destes índiosagentes de saúde. Foi também considerada neste estudo a entrevista com um cacique e Pajé representando a da voz da tradição Guarani, como também a entrevista com a gestora da Atenção Indígena no Rio de Janeiro, representante da voz institucional. Nas falas de agentes de saúde pudemos identificar as vozes da tradição Guarani e da tradição eurocêntrica no que se refere ao processo saúde-doença e a práticas terapêuticas, revelando um campo de tensão e conflitos, especialmente em situações nas quais se requer decisão entre terapêutica tradicional ou convencional. Ficou evidente nestes AIS a centralidade do modo de ser guarani enquanto subjetividade materna e o sentimento de pertencimento à equipe de saúde Juruá. A condição de sujeitos duplos aparece com freqüência em falas como: nós, índios que somos agentes de saúde .
Abstract
Abstract in Spanish
Abstract in French
Description
Keywords in Portuguese
Atenção à Saúde, Brasil, Índios Sul-Americanos, Agentes Indígenas de Saúde, Região Sudeste, Medicina Tradicional, Rio de Janeiro, Pessoal da Saúde, Trabalho em Saúde, Antropologia da Saúde, Guarani Mbya
Keywords
Keywords in Spanish
Keywords in French
DeCS
Atenção à Saúde
Event Date
Previous version
Related Document
Means of dissemination
Duration
Duration
Original color system
Target audience context
Audience occupation
Educational Description
Evaluation
Peer Reviewed
Publication Status
Sponsorship
Latest version
Version
Event Location
Event title
Event Type
Citation
OLIVEIRA, Solange de Carvalho. A produção da subjetividade de Índios/Agentes de Saúde: embates epistêmicos. 2009. 160 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 2009.
ISBN
ISSN
DOI
Defense Institution
Universidade Federal Fluminense
Degree date
Defense location
Rio de Janeiro/RJ
Programa
Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação